NATO recusa alegação russa de que Kyiv vai usar uma ‘bomba suja’

A NATO garantiu na segunda-feira que “recusa” a alegação da Federação Russa de que a Ucrânia vai usar uma ‘bomba suja’ no seu próprio território e rejeita que este argumento sirva de desculpa para Moscovo agravar a situação no terreno.

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, informou, na rede social Twitter, que tinha falado com o secretário da Defesa dos EUA, Lloyd Austin, e o ministro da Defesa do Reino Unido, Ben Wallace, sobre “a falsa afirmação da Rússia de que a Ucrânia se estava a preparar para usar una ‘bomba suja’ no seu próprio território”.

Uma ‘bomba suja’ é um engenho explosivo que, ao explodir, espalha elementos radioativos na atmosfera e na superfície do terreno.

No seu texto, Stoltenberg acentuou: “Os aliados da NATO recusam esta alegação. A Rússia não a deve utilizar como pretexto para uma escalada”.

O ministro da defesa russo, Serguei Shoigu, e Austin falaram no domingo, pela segunda vez em uma semana, sobre a situação na Ucrânia, informaram as duas partes.

Também no domingo, Shoigu falou com Wallace, com este a assegurar, em comunicado, que recusou as alegações de que a Ucrânia estava a preparar ações “facilitadas” por Estados ocidentais, como o Reino Unido, para aumentar a tensão no conflito.

Entretanto, na segunda-feira também, a Organização Internacional de Energia Atómica (OIEA) informou que vai enviar inspetores a duas instalações nucleares ucranianas, a pedido das autoridades de Kiev.

Este envio de inspetores está relacionado com as acusações russas relativas +a mencionada ‘bomba suja’.

Esta agência nuclear da ONU também não tem qualquer indício de que Kiev tenha desviado material nuclear ou de atividades ucranianas não declaradas.

Partilhar
Definições de Cookies

A Rádio 94FM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.