Freddie Mercury morreu há 30 anos. Hoje relembramos a arte de um dos maiores de sempre

O emblemático vocalista dos Queen, Freddie Mercury morreu há precisamente 30 anos.

O artista faleceu, aos 45 anos, vítima de uma broncopneumonia agregada ao facto de estar a morrer com o vírus da SIDA, como tinha anunciado um dia antes da sua morte.

Para trás ficou uma carreira recheada de sucessos, concertos dos mais memoráveis e uma voz que não deixou nenhum fã indiferente e que continua bem presente, mesmo nos mais novos.

Freddie Mercury nasceu como Farrokh Bulsara em 1946, integrou os Queen em 1970, banda que viria a fazer parte da sua carreira até, precisamente, 1991.

Numa vida repleta de excessos foi a musica o maior de todos e aquele que fez de Freddie Mercury e dos Queen os marcos como são hoje vistos.

A sua irreverência artística, teatralidade e coragem musical, mudaram os parâmetros do Rock e da Pop. A abrangência dos seus temas e a capacidade de ultrapassar barreiras musicais fizeram de Freddie e dos Queen, peças fulcrais no desenvolvimento da realidade e curso da música.

De letras sentimentais, carregadas da realidade que Freddie Mercury vivia, ligadas à sua orientação sexual, a temas assumidamente rock sempre com o seu toque teatral, Freddie Mercury compôs uma banda sonora que continua, ainda hoje, a fazer parte das nossas vidas.

Se conseguiu criar, em 1975, ‘Bohemian Rhapsody’, o hino dos Queen, com influências de ópera e uma dinâmica nunca antes ouvida numa banda de rock, em 1979, apresenta-nos uma vertente completamente diferente com ‘Crazy Little Thing Called Love’, uma homenagem a Elvis Presley.

Freddie Mercury era capaz de suster uma plateia com o poder da sua voz. Um dos cantores mais abrangentes de que há registo com um controlo vocal excelente, o frontman dos Queen tanto transparecia vulnerabilidade em temas como ‘It’s A Hard Life’ ou ‘Love Of My Life’, como passava uma mensagem de coragem, vitória e glória em canções como ‘We Are The Champions’ ou ‘Lap Of The Gods’.

Se a voz prendia, a performance não ficava atrás. Enérgico, sorridente e dinâmico. Era assim que Freddie Mercury se comportava um palco. Enquanto interagia incessantemente com uma plateia de milhares, o artista conseguia captar a atenção de todos entre correrias, improvisações vocais com a plateia e uma concentração na sua arte que não passava despercebida. Para além disso tinha, no seu arsenal, temas como ‘We Will Rock You’, que colocavam qualquer estádio com os cabelos em pé e, claro, a bater as famosas palmas.

A sua voz e capacidade de palco, influenciaram muitos dos grandes nomes do rock que vieram depois da sua afirmação musical. Elton John, Axl Rose, Kurt Cobain e até mesmo Katy Perry, foram alguns dos artistas que confirmaram a influência dos Queen e de Freddie nas suas vidas e percursos musicais.

Concertos como as fantásticas noites em Wembley em 1986 ou a histórica performance no Live Aid em 1985 catapultaram, ainda mais, os Queen e Freddie Mercury para um estatuto onde não estão muitos, ou, talvez, estejam mesmo sozinhos.

Marcou milhões com a sua voz, irreverência e coragem de ser quem era. Freddie Mercury é, para muitos, o maior cantor rock de todos os tempos e continuará, certamente, a ser relembrado e a influenciar o decurso musical.

(Estátua de Freddie Mercury, Montreux, Suiça).

Definições de Cookies

A Rádio 94FM pode utilizar cookies para memorizar os seus dados de início de sessão, recolher estatísticas para otimizar a funcionalidade do site e para realizar ações de marketing com base nos seus interesses.

Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.
Estes cookies são necessários para permitir a funcionalidade principal do site e são ativados automaticamente quando utiliza este site.

Cookies Necessários Permitem personalizar as ofertas comerciais que lhe são apresentadas, direcionando-as para os seus interesses. Podem ser cookies próprios ou de terceiros. Alertamos que, mesmo não aceitando estes cookies, irá receber ofertas comerciais, mas sem corresponderem às suas preferências.

Cookies Funcionais Oferecem uma experiência mais personalizada e completa, permitem guardar preferências, mostrar-lhe conteúdos relevantes para o seu gosto e enviar-lhe os alertas que tenha solicitado.

Cookies Publicitários Permitem-lhe estar em contacto com a sua rede social, partilhar conteúdos, enviar e divulgar comentários.